PEDRAS VERMELHAS

INTRODUÇÃO

 

Pedras Vermelhas  são as mais cobiçadas, porém quando for decidir na compra de uma Pedras das cores vermelhas, você terá uma variedade de tons, é o objetivo desta matéria esclarecer aos consumidores, pois como se diz:

“Nem tudo que brilha é ouro” também vale para Gemologia “Nem toda gema que é vermelha é Rubi”, bem como as Pedras Rubis diante de sua raridade e valores, temos no mercado outras pedras com a cor vermelha semelhante ou próxima, com tons tão vivos quanto aos Rubis.

 

Gostaria de saber mais sobre GEMOLOGIA

Abaixo vamos esclarecer e mostrar as diferenças de cores e formulas químicas destas Pedras Vermelhas semipreciosas que também tem sua personalidade.

Pedras Vermelha

Pedras Vermelha

ELEMENTOS QUÍMICOS                            

O Cromo é o elemento responsável pelas cores mais apreciadas, uma delas é o vermelho ao rubi e ao espinélio.

Já as Granadas com sua cor vermelho- purpúrea o elemento corante é o ferro.

As Gemas naturalmente, em suas formulas química todas seriam incolores, se fossem quimicamente puras chamadas de alocromáticas, quando de sua cor está condicionada a existência de um metal são chamados idiocromático.

 

Rubis

Rubis

RUBI

Esta é a gema mais conhecida entre as Pedras Vermelhas, porém “sempre imitada nunca igualada”, seu vermelho é inesquecível dizem que quando se observa uma Pedra Rubi guardará para sempre seu vermelho intenso .

Sendo a mais famosa das Pedras Vermelhas foi a primeira a ser produzida artificialmente em 1910 pelo método Verneuil. Uma das avaliações de uma pedra é sua beleza e durabilidade que está intimamente ligada a sua dureza e neste caso o Rubi leva vantagem por ter sua dureza de 9 na escala Mohz.

Pertence ao Grupo dos Coríndons a qual faz parte os Rubis vermelho e as Safiras de todas as cores.

Quimicamente Rubi é uma Safira Vermelha, pois suas características químicas são iguais ou seja são a mesma pedra.

Química: ALO3

Cor: Vermelho variável

Dureza de Mohz: 9

Índice Refração: 1,762-1,778

 

Almadina

Almadina

 

ALMADINA

Almadina é uma das formas mais comuns da Pedra Garnet, que descreve o nome de um grupo de vários minerais importantes e Almadina é uma destas gemas que faz parte do Grupo Garnet. Almadina tem uso impróprio para classificar pedras preciosas, com termo pouco usado e pouco conhecido sempre comercializado com nomes conhecidos Garnet ou Almadina Garnet

Composição Química: Fe3Al2Si3O12

Cor: Vermelho com tonalidade violeta,

Dureza de Mohz: 8

Índice Refração: 1,770-1,820

 

Rodonita

Rodonita

RODONITA

Também pertence ao Grupo denominado Garnet, tem sua cor e tons de vermelho rosado, com tons mais suaves de cor púrpura típicas do Garnet, normalmente contém mais Magnésio do que Ferro em sua fórmula química, sua tonalidade é mais próxima do Piropo, é frequentemente confundido com Piropo e é considerada uma variedade do mesmo

Composição Química:MnSIO3

Cor: Vermelho com inclusões de preto

Dureza de Mohz: 6-12

Índice Refração: 1,716-1,752

 

GRANADA

A Granada na verdade é um Grupo de minerais coloridos e com estruturas cristalina similar e composição química semelhante então neste Grupo temos várias pedras na cor vermelhas e seus tons sendo:

Colar com Granadas

Lindo Colar com Granadas

 

 

Granada Rodolita: cor rósea

Granada Almadina: cor vermelha com tons violeta

Granada Espessartita: cor vermelho acastanhado

As propriedades a seguir são comuns a todas Granadas

Composição Química: Mg Al2 (SIO4)3

Cor: Vermelho e seus tons conforme acima

Dureza de Mohz: 6 a 8

Índice Refração: 1,780-1,889

 

Piropo

Piropo

PIROPO

É uma variedade do Grupo da Granada conhecida como Granada Piropo, é a mais conhecida como Garnet que descreve vários Grupos relacionados com as Gemas mais importantes, tem sua definição no mercado pela cor vermelha-sangue escuro é diferente e sua cor é muito atraente.

Composição Química: Mg3Al2(SIO4)3

Cor: Vermelho acastanhado

Dureza de Mohz: 8

Índice Refração: 1,720-1,756

 

Turmalina

Turmalina

TURMALINA

Na verdade Turmalina é a denominação de um Grupo de Pedras, e por ser o nome mais conhecido todas suas variedades são classificadas com o nome de Turmalina, é na natureza a Pedra com mais diversidade de tons e cores encontradas na natureza, tanto que uma Turmalina pode imitar muitas outras pedras, a mais comum é a Rubelita que por vezes “substitui” as Pedras Rubis, apesar de seus tons serem mais claros que os rubis.

Quimicamente falando a Rubelita não é um único mineral, pois sempre é formado por inúmeros compostos químicos, por este fato que não se tem uma fórmula química das turmalinas.

Suas belas cores encontradas na natureza, é o único mineral encontrado na mesma pedras vários tons e cores, faz desta variedade sempre um exemplar único e inconfundível.

Composição Química: variável

Cor: incolor a multicoloridas

Dureza de Mohz: 7 a 7 1/2

Índice Refração: 1,614-1,666

 

Cornalina

Cornalina

CORNALINA

Faz parte do Grupo do Quartzo e é uma variedade de Calcedônia sua cor vai do vermelho alaranjado até vermelho tijolo opaco e são translúcidas, podem mudar em exposição ao sol, sua cor é proveniente da presença de ferro em sua composição, podendo assim ser alterada ou melhorada frente ao aquecimento é pouco conhecida são frequente mente oferecidas no mercado ágatas tingidas como imitação, também é muito confundida com Jaspe.

Composição Química:SIO2

Cor: Vermelho alaranjado opaco

Dureza de Mohz: 6 a 7

Índice Refração: 1,530-1,540

 

Carnelian

Carnelian

CARNELIAN

Pouco conhecido encontrado nas cores do vermelho ao laranja é uma variedade de calcedônia, pouco se conhece desta pedra por ser extraída juntamente com outras pedras mais conhecidas e valiosas, ou seja dificilmente você encontrará algum exemplar desta pedra.

Composição Química: SIO2

Cor: Vermelho alaranjado opaco

Dureza de Mohz: 6 a 7

Índice Refração: 1,540-1,550

 

Jaspe-Vermelha

Jaspe-Vermelha

JASPE VERMELHA

Também pertence ao Grupo do Quartzo e é uma espécie de Calcedônia, é opaca, sua cor mais comum é vermelha cuja sua cor é proveniente do Oxido de ferro, foi muito popular nos tempos antigos , pois se acreditava que esta pedra tinha o poder da cura, a maioria dos exemplares encontrado são minerados nos EUA

Composição Química: SIO2

Cor: Vermelho, branco, amarelo e pardo.

Dureza de Mohz: 6

Gostaria de conhecer o CURSO DE GEMOLOGIA

 

ESPINÉLIO

Espinélio

Espinélio

 

Espinélio compreende um Grupo de minerais porém com qualidade gemologica são poucos, sua cor é vermelha porém seus tons são diferentes, seus tons variam de vermelho róseo, violeta, amarelo, alaranjado, azul, verde escuro e preto a mais comum é a cor vermelha por se parecer com a cor de rubi.

Composição Química: Mg(Al2O4)

Cor: Vermelho, róseo, violeta, amarelo, alaranjado, azul, verde escuro e preto

Dureza de Mohz: 8

Índice Refração: 1,712-1,762

 

Leia também:

Pedra Rubi

Se você gostou desta matéria, RECEBA GRATUITAMENTE UM E-BOOK
EXCLUSIVO PARA VOCÊ:

AS 12 PEDRAS BRASILEIRAS MAIS FAMOSAS

 

 

 

 

Conheça Também
Outros Artigos

Conheça também os nossos cursos